Você precisa saber as tendências do mercado jurídico neste ano

Tempo de leitura: 3 minutos

Atualmente, a situação da economia brasileira obriga a todos os seus setores a se precaverem. Desta forma, os escritórios jurídicos tiveram a necessidade de rever a sua própria estrutura, com o objetivo de aumentar as possibilidades de serviços disponibilizados aos seus clientes para terem condição de se preparar para atender as novas exigências do mercado.

Essa conclusão integra a versão deste ano do Guia Salarial da Robert Half. De acordo com a publicação, para melhorar a situação de escritórios mais segmentados, a alternativa mais adequada seria propor parcerias para aumentar a sua área de atuação, oferecendo mais chances para advogados com alguns clientes e até mesmo equipes já elaboradas, conseguindo conceder mais qualidade às demandas dos seus clientes já fidelizados.

Em função desse cenário, é possível que ocorra ainda a elevação do interesse dos escritórios de direito por profissionais que contem com uma compreensão comercial e empreendedora mais aguda, com atenção em descobrir novas chances de negócios e na procura por possibilidades jurídicas fora da zona de conforto.

Outro detalhe essencial é o aumento da demanda do mercado de trabalho por profissionais da área jurídica que dominem com propriedade a língua inglesa, especialmente, pela necessidade da volta das operações de aquisições, associações ou mesmo de fusões, já que boa parte dessas negociações conta com a participação de agentes de fora do Brasil.

Fica evidente que o advogado precisa estar ciente da circunstância que o país enfrenta e estar ainda mais disposto a se qualificar e se adequar a situações em um curto espaço de tempo.

Principais tendências do mercado jurídico em 2016:

1 – Oportunidades de emprego no setor jurídico

De acordo com o Guia Salarial da Robert Half, as principais vagas para advogados vão aparecer nos setores: trabalhista, tributário, recuperação judicial e relativos a contratos.

No entanto, os especialistas que elaboraram o Guia explicam que sempre existirão vagas no mercado de trabalho. Em situações mais confortáveis, as companhias tendem a crescer. Em ocasiões de risco, as organizações tentam se reestruturar e inovar.

Desta maneira, os profissionais necessitam concentrar a sua atenção em se qualificar ainda mais para a vaga almejada, com o intuito de se destacar entre a multidão de candidatos. Vale lembrar que ter a fluência em um segundo ou mesmo terceiro idioma ainda é uma grande vantagem no mercado de trabalho brasileiro.

2 – Exigências para 2016

Neste ano, os advogados que estarão no radar dos grandes escritórios terão especialidade em sênior, contencioso cível, generalista, com conhecimento de causa em consultoria tributária, trabalhista, além de societário e contratos.

3 – Características em alta nesse ano

As características mais procuradas em advogados nos próximos meses serão fluência no inglês, capacidade de empreender, bom poder de comunicação e detentores de conhecimento na área comercial.

4 – Valorização na remuneração

O maior crescimento do salário está destinado para a colocação de advogado consultivo tributário em companhias pequenas a médias, com expectativa de elevação de remuneração de mais de 10% neste ano, podendo variar de R$ 5 mil até R$ 10 mil.

E então? Essas tendências estão favoráveis a você?

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *