Dicas para dar um bom feedback aos advogados e estagiários do seu time

Tempo de leitura: 2 minutos

Olá leitores do blog.

O tema de hoje é relacionado a um feedback adequado e eficiente que deve ser proporcionado aos seus funcionários, sejam eles advogados ou estagiários. Vejamos:

A área da advocacia é muito intensa. São inúmeras as demandas, vários prazos, atendimentos aos clientes, audiências, enfim, muito, muito, muito trabalho. Logo, você necessita contratar funcionários para lhe auxiliar e permitir que o escritório cresça cada vez mais. Em sequência, para que o escritório caminha no rumo certo, os seus funcionários necessitam de constante incentivo, portanto, um bom feedback mostra-se necessário.

Tão logo o seu funcionário cumpra uma função (peticionar, realizar audiência ou qualquer outra diligência), converse com ele a respeito disso. Se a tarefa foi realizada com qualidade ímpar, passe a sua satisfação para o funcionário, da mesma forma que se você notar algo para melhorar, deixe-o ciente que você fará o possível para cooperar e ajudar a superar a falha. Tentar repassar o espírito de equipe que o escritório possui. Ajudará bastante.

Evite realizar comparações entre funcionários, afinal, isso vai transformar colegas de trabalho em concorrentes e o resultado para o seu escritório não será o melhor. Comparando-os, provavelmente, o espírito de rivalidade imperará no ambiente de trabalho e a cooperação entre funcionários desaparecerá em virtude da inveja ou medo de perder o cargo.

Além disso, cada funcionário tem sua própria peculiaridade, o seu jeito de trabalhar, a sua maneira de pensar, assim, você deve se adaptar ao tipo de funcionário e ajustar um feedback adequado na finalidade de não atrapalhar o seu desenvolvimento. Aquele velho jargão: pessoas diferentes, tratamentos diferentes.

Tenha o feedback como uma atividade rotineira, não deixe acumular um grande lapso temporal para dar um retorno positivo ou negativo ao seu funcionário, até porque o feedback não cumprirá assim, a finalidade a que se destina.

Obviamente, que um bom feedback não tem relação apenas aos pontos positivos dos funcionários. Pelo contrário, você deve demonstrar os pontos negativos também, bem como demonstrar apoio para a sua rápida solução. Do contrário, você não estaria sendo sincero, além do funcionário acreditar fielmente que tudo está correto e que nada precisará ser alterado. Pura enganação!

Por fim, é importante lembrar que o feedback não deve ser muito abrangente em relação a certa atividade e sim específico. Sendo direto/específico para com o funcionário, este compreenderá melhor o que deve ser feito para que mudanças positivas ocorram.

Portanto, através de um feedback correto, a motivação dos advogados/estagiários colocará o seu escritório no caminho do sucesso, haja vista que erros vão ser corrigidos e conquistas serão reconhecidas. Todos ganham: sócio proprietário, advogados e estagiários. O clima no trabalho será agradável e o serviço fluirá perfeitamente.

Até o próximo artigo!

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *