Livros que todo acadêmico de Direito deve ler

Tempo de leitura: 2 minutos

Você é acadêmico do Curso de Direito e está buscando complementar a sua leitura?

A leitura é essencial para o estudante de Direito. Quanto a isso nenhuma novidade não é? Contudo, alguns livros são de enorme importância para a formação intelectual do acadêmico.

Foi pensando nisso que fizemos uma lista com 4 livros interessantes para você complementar seu conhecimento e pensar o Direito e a justiça na prática:

VIGIAR E PUNIR
Michel Foucault

livro-vigiar-punir

Michel Foucault através da sua obra “Vigiar e Punir” expõe o processo de evolução ocorrido no sistema prisional. Relata desde as torturas cometidas no passado até o formato em que é encontrada.

É demonstrada a necessidade das mudanças ao longo dos anos no que se refere ao meio de punição imposto, abrangendo o lado social e teórico da questão. Divide-se em quatro capítulos: Suplício, Punição, Disciplina e Prisão.

Um livro de grande valia para todo acadêmico do curso de Direito e principalmente para os apaixonados por Direito Penal e Processual Penal.

DOS DELITOS E DAS PENAS
Cesare Beccaria

livro-dos-delitos-das-penas

Muito embora seja uma obra de 1764 e baseado no humanismo, “Dos Delitos e das Penas” envolve assuntos polêmicos que despertam o interesse dos acadêmicos e profissionais do Direito como a pena de morte, torturas, prisões e acusações secretas.

Nessa obra, a Justiça é tratada como violenta, frente à punição imposta aos delinquentes, motivo pelo qual a obra teve muita influência nas mudanças ocorridas na legislação da época.

Esses assuntos, que sempre geram interesse por parte dos leitores, servem de reflexão para o exercício profissional e como inspiração para muitos estudantes no que concerne aos Direitos Humanos.

O CASO DOS EXPLORADORES DE CAVERNAS
Lon Fuller

livro-o-caso-dos-exploradores-das-cavernas

Um livro geralmente discutido no início do Curso de Direito, “O caso dos exploradores de Cavernas” envolve a aplicação da lei em casos concretos. Prendendo os leitos do início ao fim, ele é uma mistura de emoções com muita adrenalina.

Justo por isso mostra-se de extrema importância para introduzir os estudantes ao curso que escolheram, haja vista que possibilita um intenso debate entre os acadêmicos acerca da moral e da norma.

O PRIMEIRO ANO – COMO SE FAZ UM ADVOGADO
Scott Turow

livro-o-primeiro-ano

Através de experiências vividas pelo autor durante o seu início no curso de Direito em Harvard, no livro estão descritas as mais diversas emoções sentidas durante esse período e escancara os problemas na educação jurídica na referida Faculdade.

Na verdade, trata-se de um depoimento, um desabafo, acerca de problemas vividos pelo autor, realizando críticas dos problemas encontradas durante a sua caminhada em Harvard e expondo, no seu entender, soluções para as dificuldades enfrentadas.

6 Comentários


  1. De fato, a leitura é de grande relevância para todos os profissionais em ação, mesmo que sigam caminhos diversos do Direito.
    E, todas estas sugestões para leitura são de grande valia àqueles, que se dedicam ou se interessam pelo Direito.

    Responder

  2. Ao ler este artigo, me fez voltar ao tempo da faculdade e de diversas cadeiras que adorava. Incríveis livros, ótimas leituras.

    Responder

  3. Muito boa a informação de leitura com bons livros, só gostaria que disponibilizassem o endereço para aquisição desta obras, abraço Rui.

    Responder

  4. FALTOU UM QUE CONSIDERO MUITO IMPORTANTE
    AS MISÉRIAS DO PROCESSO PENAL
    de CARNELUTTI

    Responder

  5. Só não tenho o “Primeiro Ano”, já procurei em Sebos, Livrarias e Camelôs, muito difícil de encontrar. Os Senhores sabem onde posso achar este livro? Ficarei feliz se conseguir comprá-lo.

    Responder

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *