9 maiores serial killers do mundo

Tempo de leitura: 3 minutos

Jack o Estripador vira uma história de fantasia quando analisamos os maiores serial killers do mundo. Eram pessoas que tinham aparência inofensiva, mas que se apresentaram como verdadeiros psicopatas, com níveis altíssimos de periculosidade.

Conheça os maiores serial killers da história:

Luís Garavito

Luís-Garavito

Colombiano, Luís Garavito era conhecido como “La Bestia”. Ao ser preso, em 1999, admitiu ter matado mais de 130 jovens garotos durante a década de 1990, mas a polícia da Colômbia acredita que o número ultrapasse 400 pessoas.

Condenado pelos 139 crimes, recebeu uma pena de 1.853 anos, mas, conforme a legislação colombiana, não poderá ficar preso por mais de 30 anos.

Thug Behram

Thug-Behram

Thug Behram era indiano e sua história é bastante controversa. Em alguns livros ele é assassino de 931 pessoas, mortas por estrangulamento. Alguns autores, no entanto, o consideram responsável por 125 mortes. Todos os crimes foram cometidos em 1765 e 1840.

Pedro López

Pedro-López

Mais um colombiano na lista dos maiores serial killers, Pedro López era conhecido como “O monstro dos Andes”, tendo confessado a morte de 110 meninas no Equador, 100 meninas na Colômbia e mais de 100 no Peru.

Suas vítimas eram meninas entre 9 e 12 anos, que eram estupradas e mortas. Pedro López foi preso em 1980 e condenado pelo assassinato de 110 meninas no Equador. Segundo informações, está solto desde 1998.

Elizabeth Báthory

Elizabeth-Báthory

Entre as mulheres, a mais famosa serial killer foi Elizabeth Báthory, natural da Hungria, que foi acusada de torturar e matar 80 garotas, contando com a ajuda de outras quatro pessoas.

Alguns registros afirmam que ela foi responsável por mais de 650 mortes. Como era uma condessa, acabou não sendo julgada, sendo submetida à prisão domiciliar na Eslováquia.

Daniel Barbosa

Daniel-Barbosa

A Colômbia parece ser o país sul-americano detentor do recorde de serial killers famosos no mundo. Daniel Barbosa também é colombiano, tendo passado pela primeira vez pelas grades em 1964, condenado por abuso de 10 mulheres.

Libertado 10 anos depois, passou a ser ainda pior, ficando conhecido como “El sádico Del Chanquito”, tendo admitido a morte de 71 garotas e mulheres, embora a polícia colombiana estime que esse número ultrapassa 150 mortes.

Gary Ridgway

Gary-Ridgway

Gary Ridgway foi preso em 2001, condenado pela morte de 48 mulheres entre 1980 e 1990, embora tenha confessado a morte de 71 pessoas. Seu julgamento, em 2003, o condenou à prisão perpétua, sem possibilidade de condicional.

Yang Xinhai

Yang-Xinhai

Este serial killer era chinês e ficou conhecido pelo apelido de Monster Killer. Invadia as casas à noite e, dessa forma, matou 65 pessoas e estuprou 23, entre os anos de 1999 e 2003. Yang Xinhai foi condenado por 67 crimes, tendo sido executado pelas autoridades chinesas em 2004.

Henry Howard Holmes

Henry-Howard-Holmes

Holmes foi o primeiro serial killer norte-americano de que se tem notícia. Suas vítimas eram mortas em um castelo – na verdade um hotel construído por ele especialmente para atrair suas vítimas. Sua vida de crimes comportou 27 assassinatos declarados, embora as autoridades americanas suspeitem de mais de 200 mortes.

Harold Shipman

Harold-Shipman

Shipman é um medico inglês que matava suas vítimas com a aplicação de doses letais de diacetilmorfina ou heroína. Foi acusado e condenado à prisão perpétua em julgamento ocorrido em 2000 pela morte de 15 pessoas. Novo inquérito aberto depois de sua condenação, no entanto, apresentou cerca de 250 pessoas mortas pelo médico.

Você já conhecia esses casos? Qual lhe chamou mais atenção? Deixe um comentário.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *