É saudável mudar de área no setor jurídico?

Tempo de leitura: 2 minutos

Mudar de área de atuação no setor jurídico é algo que exige calma e ponderação, para evitar que o advogado tome qualquer decisão precipitada.

A primeira coisa a fazer, no caso de mudança de área, é criar um planejamento, fazendo tudo sem atropelos, evitando mudanças sem calcular os riscos, já que isso pode trazer prejuízos, principalmente na área financeira.

Um profissional de Direito recém-formado deve ter em mente que escolher sua área exige um compromisso, exige o gosto pela área, dedicação e empenho. Para quem já está atuando, a mudança de área pode ser problemática se não houver cautela.

Uma alternativa para tomar a decisão é conversar com outros profissionais que tenham passado pelo mesmo problema antes de efetuar a mudança. O advogado deve também pensar sobre o que pretende de sua carreira, analisando se a mudança será melhor para o seu trabalho, melhor para o seu futuro, sem pensar apenas na compensação financeira.

Mudar a área de atuação exige conhecimento

Se um advogado pretende mudar sua área de atuação, deve pensar que isso vai exigir experiência, conhecimento, estudos aprofundados e além disso, uma mudança de postura, usando novos métodos de atuação.

Para um advogado que tenha atuado durante sua carreia na Vara de Família, uma mudança para a área criminal pode trazer inúmeros empecilhos e obstáculos, como o estudo das leis que precisa conhecer para atuar na nova área, conhecimento com pessoas com que terá de lidar, adaptação às novas condições, etc.

Para melhor se adaptar, o advogado deve, antes de mais nada, fazer uma mudança gradativa, procurando se adaptar ao novo meio, atuando em processos de menor porte, adquirindo a experiência necessária na nova área de atuação.

LEIA MAIS:

Advogado Autônomo? Saiba como fazer seu controle financeiro

3 dicas para se tornar um advogado de confiança

A mudança de área de atuação vai exigir do advogado um mudança de perfil, já que estará entrando em uma nova atividade, devendo se prevenir com relação a possíveis erros, estudando a nova atividade e criando novos objetivos, buscando novas soluções para atender todas as necessidades suas e dos clientes.

Mudar a área de atuação no setor jurídico pode ser uma atitude saudável para o advogado, desde que ele saiba que a nova atividade será aquela que irá realiza-lo como profissional.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *