3 dúvidas normais para todo estudante de Direito após a formatura

Tempo de leitura: 2 minutos

A preparação para o mercado de trabalho sempre foi a maior preocupação do estudante de Direito durante o período de estudos. O momento atual, em meio à crise econômica, com poucas oportunidades, torna a situação ainda mais complicada, com muitas dúvidas a respeito do melhor caminho a trilhar.

A preparação, para evitar a preocupação no final do curso, deve começar desde o início da faculdade, aproveitando bem a graduação e escolhendo aos poucos e com calma a área de atuação, programando-se para o futuro.

Para quem não teve essa preocupação durante a formação, surgem pelo menos 3 dúvidas com relação à carreira:

  • Procurar emprego em empresas privadas?
  • Prestar um concurso público?
  • Montar um escritório ou associar-se?

Podemos ver que, nesse caso, a preocupação está sendo com relação ao caminho a trilhar na carreira de advogado, mas, antes disso, mesmo que essas dúvidas não estejam respondidas, é importante ter em mente outros fatores importantes.

Aprimorar as competências técnicas

Para enfrentar o mercado de trabalho, em qualquer escolha, antes é necessário começar pelas competências técnicas, com uma formação bastante sólida, conhecimento de um segundo idioma e escolha da área de especialização. Assim, há menos riscos de ser pego de surpresa quando surgir uma oportunidade – que vai surgir exatamente em decorrência da competência técnica.

Melhorar as competências comportamentais

O principal desafio, depois de aprimoramento das competências técnicas, são as habilidades requeridas para um bom advogado. O trabalho de melhoramento das competências comportamentais não fica restrito apenas à aparência pessoal, ao modo como o profissional trata as pessoas, à sua forma de se expressar e conduzir, mas também ao seu perfil como um todo, aprimorando conhecimentos sobre liderança e aplicando esses conhecimentos, por exemplo.

Manter o objetivo sempre em mente

Cumpridos esses requisitos, que são exigidos em quaisquer das escolhas feitas pelo recém-formado advogado, ele está pronto para o seguir em frente com sua carreira. Para quem sabe o que quer e o que busca, as oportunidades aparecem e as portas se abrem. Portanto, mais do que sanar qualquer dúvida a respeito do próprio futuro, o principal é melhorar-se constantemente.

LEIA MAIS

Recém-formado em Direito? Precisa ler essas dicas

Os 10 mandamentos do advogado recém-formado

Como a correspondência jurídica pode se tornar seu primeiro emprego

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *