O que aprendemos com o 1º turno das eleições municipais?

Tempo de leitura: 2 minutos

Com o encerramento do primeiro turno das eleições municipais nos voltamos para o recado passado pelas urnas. O principal recado, certamente, é direcionado aos partidos e aos políticos que, sob a redoma do poder depois de eleitos, julgam-se senhores do destino do país.

Um dos principais recados é com relação ao próprio sistema político que é imposto ao eleitor, obrigando-o a comparecer às urnas, sob pena de diversas limitações em sua vida pública (porque eleitor também tem vida pública, no trabalho, na sociedade e na família). Essa obrigação, certamente, não impediu que mais de 30% dos eleitores aptos deixasse de comparecer às urnas, mostrando claramente aos políticos não acreditar no sistema.

Como segundo recado, as urnas mostraram que a corrupção, esse “mal sistêmico” que grassa o país, chegou ao limite. Isso ficou bem demonstrado com a derrocada do Partido dos Trabalhadores, o principal envolvido nos escândalos de corrupção descobertos pela Operação Lava-Jato.

Além disso, ainda com relação ao PT, nota-se claramente que a população (ou pelo menos os que efetivamente votaram, já que as abstenções também tiveram um alto percentual) não aceita mais o modelo pretenso socialista apresentado pela esquerda, voltando-se para a centro-esquerda.

São Paulo e Porto Alegre: os maiores recados

São Paulo foi a capital que mais demonstrou o cansaço gerado pela classe política entre os eleitores. Em vez de votar em políticos já conhecidos e tradicionais, os eleitores tiveram em mente que esses políticos pouco fizeram no passado e optaram por alguém que, pelo menos durante a campanha, mostrou-se mais administrador do que político, fazendo uma campanha sem as clássicas ofensas e difamações e conseguindo a vitória em primeiro turno.

Outro recado demonstrado pelo eleitor foi na capital gaúcha, aonde as abstenções chegaram a 247 mil eleitores, enquanto 75 mil dos que compareceram anularam o voto e quase 60 mil votaram em branco, ou seja, 135 mil eleitores deram um voto de repúdio.

As eleições municipais em seu primeiro turno mostraram aos políticos que o pensamento do brasileiro está mudando com relação ao que se pretende para os rumos do pais. Resta saber se eles, os políticos, os mais interessados, ouviram esses recados. Ou melhor, se entenderam o que o povo disse.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *