Veja como tornar suas férias lucrativas

Tempo de leitura: 4 minutos

Estamos chegando ao fim do semestre e, com certeza, todos os estudantes de qualquer curso estão pensando nos momentos tranquilos que poderão aproveitar durante o mês de julho.

Mas, vamos pensar um pouco: o que exatamente é preciso fazer nas férias? Será que consigo ter algum ganho extra? 

Deixar tudo de lado e simplesmente viajar e se divertir, ou aproveitar para estudar um pouco mais e se aprofundar em algum assunto que não foi captado em sua plenitude durante as aulas?

Claro, tudo vai depender de como você encara os estudos e o que pretende em sua carreira profissional.

Nas férias, você vai precisar analisar como está seu andamento nos estudos para definir se vai somente descansar, se vai estudar ou se vai aproveitar seu tempo para fazer as duas coisas ao mesmo tempo.

Evidentemente, se você teve um semestre tranquilo, se não há qualquer pendência, você poderá tirar seus momentos de folga, mas também é preciso ter em mente que você está se preparando para uma profissão que não vai lhe dar folga.

Assim, mesmo que esteja precisando descansar, vale a pena reler o que estudou, manter na memória o aprendizado do semestre e, ao mesmo tempo, atualizar-se com relação ao que acontece na área em que você pretende se especializar.

Como praticar a profissão e ganhar grana extra durante as Férias?

Além de continuar estudando, muitos estudantes percebem a necessidade da procura do estágio (claro, caso o semestre seja equivalente para tal ação) ou aplicar seus conhecimentos, na prática.

Uma das atividades que se desenvolveu ao longo dos últimos anos, foi a correspondência jurídica, que pode oferecer um enorme leque de oportunidades aos estudantes.

Você sabia que além de ganhar uma grana extra você pode aumentar seu networking?

Sim… Você atuando na correspondência jurídica as oportunidades para futuros Networkings são extensas.

Além disso, você encontra oportunidades para melhorar o direcionamento da sua carreira, ou seja, se realmente a área que você escolheu na teoria será agradável na prática.

Portanto, aproveite suas férias para descansar, guardar uma grana extra e evoluir profissionalmente.

Saiba como podemos te auxiliar:

Por que estudar nas férias?

Como cada um tem suas prioridades, não cabe a nós dizer o que você deve ou não fazer nas suas férias. Mas, como profissionais de Direito, entendemos que estudar nas férias é uma das necessidades a que nossa profissão nos obriga.

Não é porque estamos em férias que simplesmente devemos deixar de lado tudo o que estudamos anteriormente e não é porque estamos de férias que nossos livros também irão precisar delas.

Se você colocar em sua mente que você é um estudante de Direito que está em férias, verá que esse é um tempo que passa rápido demais e que precisa ser aproveitado ao máximo, seja para seu lazer ou viagens, seja para manter sua memória ativa e voltada para o futuro de sua profissão.

Portanto, é perfeitamente normal e saudável estudar durante as férias, seja para revisar o que foi aprendido, seja para adiantar o conteúdo do próximo semestre.

Se você entender que poderá estudar e aproveitar os bons momentos das férias, não irá deixar escapar uma oportunidade de aprender um pouco mais ou de se aprofundar em algum assunto que lhe interessa.

Não estamos dizendo para você se tornar um “Caxias”, uma vez que, tanto quanto qualquer outra pessoa, você merece as férias. Você se esforçou no último semestre e chegou a hora de dar uma pausa.

No entanto, se você está vendo no Direito algo que lhe agrada, que lhe dá prazer, aproveite o prazer de descansar ou viajar enquanto também aproveita momentos de calma, sem os atropelos e exigências escolares, para dar uma revisada no que tem aprendido.

Certamente você vai descobrir coisas que, mesmo já tendo estudado, irão despertar algo diferente em sua mente. Mesmo porque, de acordo com sua evolução nos estudos, você também evolui na forma como analisar tudo o que está vivenciando.

Estudar ou não estudar nas férias só depende de você. Entendemos que é um período em que o descanso é prioridade, preparando nosso espírito para enfrentar mais um semestre que, sem dúvida, será mais puxado do que o anterior.

Porém, você deve pensar que, quando estiver atuando em sua profissão, as exigências serão ainda maiores e, possivelmente, você não terá tanta disponibilidade de ter férias programadas.

Acostume-se: o Direito é um prazer, muito mais do que um dever. Se você encarar desse jeito, certamente vai viajar com um livro como acompanhante.

3 Comentários


  1. Como cada um tem suas prioridades, não cabe a nós dizer o que você deve ou não fazer nas suas férias.

    Responder

  2. Bom dia , é muito bom ter aulas de direito e estudar com vcs .
    Obrigado

    Responder

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *