7 novidades com a chegada do Watson para o seu escritório

Tempo de leitura: 5 minutos

Uma das novidades para o mundo do direito é a utilização do Watson da IBM na prestação de alguns serviços jurídicos. O Watson é o nome da tecnologia, utilizada por um robô desenvolvido na Universidade de Toronto, o Ross.

Esta tecnologia é o que já podemos considerar como a Inteligência Artificial e suas aplicações vão muito além das cientificas, podendo ajudar médicos, engenheiros, matemáticos, advogados, entre outros.

Por exemplo, o robô é capaz de analisar mais de um bilhão de documentos, de texto , em apenas um segundo- UM SEGUNDO– retornar para o local que o usuário deseja. Incrível, não é?

Sim, nós achamos impressionante também! Contudo, alguns profissionais temem a utilização destes sistemas na advocacia por se sentirem ameaçados e substituídos.

Confira no vídeo abaixo, a participação da inteligência artificial , Watson.

Como você pode perceber, até mesmo no vídeo acima,estas tecnologias serão muito uteis para muitos advogados que realmente exercem a profissão, analisando e dissertando.

Veja só, estes robôs, por mais que sejam extremamente precisos em suas análises, a sua base de dados para análise comportamental, por exemplo, é limitada e não considera diversas variantes. Fazendo necessário a nossa observação, que é ilimitada.  Concorda?

A partir das novas Inteligências Artificiais, começam a surgir as lawtechs, um conceito que une lei e tecnologia (Law and Technology), usando a tecnologia para facilitar a rotina jurídica. As lawtechs podem operar com a oferta de serviços para facilitar a coleta e leitura de informações em sistemas para unificar dados, salvar padrões de documentos legais ou emitir alertas sobre prazos que irão vencer.

A propósito, em Junho foi lançada no INSPER a Associação Brasileira de Lawtechs & Legaltechs- AB2L, que tem como objetivo organizar o segmento de startups de advocacia e fortalecer o setor.  Um marco importante para o setor, visto que entidades como esta, possuem maior representatividade em pautas e órgãos regulamentadores.

O mundo jurídico vem se beneficiando de sistemas que se utilizam de IA, como o Watson. Algumas companhias já estão apresentando sistemas avançados de análise de dados, indicação de tendências a partir da jurisprudência, cálculo de probabilidades de perdas e ganhos, chegando mesmo a intermediar conciliações.

Entre essas novidades, já podemos contar com as seguintes:

1. Contencioso de massa

Os custos de contencioso de massa podem ser sensivelmente reduzidos com a aplicação de um sistema de pesquisa.

A computação cognitiva do Watson permite a criação de programas de gestão com análise de dados, pesquisa avançada de jurisprudência, acompanhamento de processos e automação de agendamentos, reduzindo o trabalho e o tempo de qualquer processo.

2. Pesquisa de processos

O Watson também permite fazer pesquisa de processos jurídicos públicos, estabelecendo inclusive a intermediação para contratação de advogados.

Além disso, o desenvolvimento da IA permitido pelo Watson permite geração de serviços, como notificações sobre processos a partir de determinadas palavras-chave, ou mesmo com a utilização de CPF ou CNPJ, fazendo busca por citações em peças jurídicas similares e encontrando os melhores advogados para cada área.

3. Documentos jurídicos

Uma das possibilidades de aplicação do Watson é a criação de modelos inteligentes e customizáveis de documentos jurídicos, como petições, escrituras, contratos e propostas, inclusive com assinatura digital e com tradução para outros idiomas.

Com o Watson, por exemplo, o tempo de elaboração de uma contestação pode ser reduzido de 3 ou 4 horas para menos de 20 minutos. Em certos casos, como escritura de debênture, que é um documento muito mais complexo, o tempo de elaboração pode cair de 20 horas para menos de uma.

4. Conciliação extrajudicial

Serviços de arbitragem e conciliação extrajudicial são outro meio de aplicação do Watson. Através de parcerias com câmaras de arbitragem online, é possível intermediar sentenças arbitrais e estabelecer negociações online entre empresas e consumidores, facilitando a vida de ambos e reduzindo o número de processos.

5. Contratos de fornecedores

O Watson permite desenvolver contratos para contratação de fornecedores, para eventos ou qualquer outro tipo de serviço.

Através do Watson é possível gerar de forma inteligente e automaticamente todos os documentos padrões, reduzindo o tempo de criação desses documentos e diminuindo a possibilidade de erros, fraudes ou cláusulas conflitantes.

6. Dúvidas jurídicas

Através da aplicação da inteligência cognitiva do Watson é possível tirar dúvidas de natureza jurídica e contábil, empresariais e forenses, financeiras e societárias. Com um banco de dados eficiente é possível oferecer todos os tipos de informações para pessoas físicas e empresas de pequeno porte que não precisam ser resolvidas pela justiça.

7. Integração entre escritórios

O Watson também permite estabelecer integração entre os departamentos jurídicos e escritórios de advogados contratados, aumentando significativamente a eficiência dos profissionais envolvidos, reunindo processos, conteúdo legal, financeiro, contratos, clientes e contatos.

E você, consegue apontar mais algum item da utilização de novas tecnologias? Deixe nos comentários e vamos bater um papo =)

2 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *