Como iniciar um planejamento estratégico para o escritório de advocacia?

Tempo de leitura: 3 minutos

Sem tempo para ler agora? Ouça este artigo, então. Clique no play!

Não existe como ter sucesso em qualquer empreendimento quando o empreendedor não sabe para onde está indo. Essa afirmativa é válida também para um escritório de advocacia: quando não existe o planejamento estratégico, não há como obter bons resultados com as atividades.

Fazer o planejamento estratégico para o escritório de advocacia é fundamental, não apenas para manter a organização no ambiente de trabalho, mas também para otimizar os processos e reduzir os custos, garantindo maior eficiência e lucratividade.

Para que um escritório de advocacia seja reconhecido, implante um planejamento estratégico e o utilize como o caminho para que o escritório possa crescer e se desenvolver, fazendo as alterações necessárias para chegar ao seu objetivo.

Para desenvolver o seu planejamento estratégico, vamos falar sobre 4 ferramentas básicas que poderão trazer as melhorias necessárias para seu escritório de advocacia:

1.   Programa do ciclo PDCA
O ciclo PDCA é formado por ações que devem ser revistas periodicamente, respeitando as características do programa através das atividades da própria sigla:

  • Plan – planejamento
  • Do – execução
  • Check – revisão
  • Action – ação

O processo é cíclico, devendo ser usado de forma constante para todas as ações.

2.   Diretrizes da organização
Para que o escritório de advocacia tenha um planejamento estratégico é necessário implantar diretrizes que devem ser seguidas por todos. Essas diretrizes, que são aplicadas na maior parte das empresas são:

  • Missão do estabelecimento;
  • Visão dos responsáveis pelo escritório de advocacia;
  • Valores implantados para o atendimento aos clientes.

Como missão é preciso determinar o que o escritório é diante dos clientes, e o que pode oferecer ao seu público potencial. Como visão, é necessário determinar os objetivos que o escritório pretende alcançar dentro de um período pré-determinado e, finalmente, como valores, é necessário estabelecer preceitos éticos e morais em que o responsável pelo escritório acredita e que devem ser seguidos por todos os funcionários e colaboradores.

3.   Análise SWOT
A análise SWOT é uma ferramenta que serve para mapear o ambiente interno da empresa, fazendo a avaliação do que está dentro das condições de funcionamento e do que precisa ser melhorado, além de avaliar o ambiente externo, procurando descobrir novas oportunidades e analisando as ameaças que devem ser vencidas.

Os pontos são definidos pela sigla da análise:

  • Strenghts – pontos fortes
  • Weaknesses – pontos fracos
  • Opportuninities – oportunidades
  • Threats – ameaças.

Depois de fazer o levantamento é necessário fazer o cruzamento das informações, criando um esquema estratégico para manter o escritório dentro dos padrões que se espera. O planejamento deve analisar:

  • Pontos fortes x oportunidades
  • Pontos fortes x ameaças
  • Pontos fracos x oportunidades
  • Pontos fracos x ameaças

Com essa análise é possível gerar uma matriz, definindo as estratégias que devem ser usadas para potencializar os pontos fortes e fazer o aproveitamento das oportunidades oferecidas, bem como atuando para melhorar os pontos fracos e minimizar as ameaças.

4.   Plano de ação
Com as ferramentas apresentadas, é possível estabelecer o planejamento estratégico do escritório de advocacia, tendo em conta que é necessário obedecer todas as ideias e aplica-las de forma que possam ser constantemente seguidas por todos.

Dentro do planejamento estratégico para o escritório de advocacia é necessário deixar bem claro o público-alvo, as atividades que devem ser desenvolvidas, prazos para cumprimento de cada objetivo, recursos humanos necessários, recursos físicos exigidos, orçamento disponível e, finalmente, a meta que o escritório pretende alcançar dentro de médio e longo prazo.

Através dessas três ferramentas e da união das informações conseguidas, é possível estabelecer um bom planejamento estratégico, criando condições para que o escritório de advocacia seja bem organizado, eficiente e reconhecido como um empreendimento de referência no meio jurídico.

Já usa alguma dessas estratégias? Conte-nos como está se saindo.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *