5 preocupações do advogado no início de carreira

Por | 2018-04-23T17:56:41+00:00 15 de fevereiro de 2018|

Antes mesmo de começar sua carreira, o advogado já tem duas grandes preocupações: procurar um estágio e passar no exame da OAB para começar a atuar em sua profissão legalmente.

Vencidas essas duas etapas, é hora de começar a trabalhar efetivamente, mas, mesmo assim, é preciso analisar as questões pertinentes à sua carreira. De uma maneira genérica, podemos listar essas principais preocupações e como resolvê-las:

1.   Formalização do escritório

Para atuar como advogado, o novo profissional tem duas opções principais: trabalhar como autônomo ou formalizar uma sociedade, as quais podem optar pelo Simples Nacional como regime de tributação. A gente fala sobre algumas questões para abrir escritório de advocacia aqui.

2.   Área de especialização

A segunda preocupação deve ser com a área de especialização. Tanto o mercado jurídico quanto as empresas e os clientes sempre irão buscar um advogado especializado. A especialização possibilita ao novo advogado valorizar seu próprio trabalho, atender melhor seus clientes e aumentar as chances de crescimento.

3.   Estudar e estudar mais

Para manter a excelência na profissão, o advogado necessita manter um constante aperfeiçoamento. A qualificação do advogado é que vai evitar os erros, o que pode comprometer seriamente sua atuação junto aos clientes. Mantendo-se atualizado, seja por cursos online ou presenciais, o advogado estará pronto para atender as demandas dos clientes, gerando mais confiança e demonstrando maior responsabilidade com a própria carreira.

4.   Marketing jurídico

O novo advogado deve usar todas as ferramentas disponíveis para divulgar o seu trabalho, gerando o melhor posicionamento possível no mercado. A internet é hoje o principal meio para fazer marketing sem violar as regras do Código de Ética da OAB. Ferramentas como as redes sociais, o e-mail marketing e a manutenção de um blog com conteúdo relevante permitem que o advogado possa atingir diretamente seu público-alvo.

Temos um e-book completo sobre como conquistar clientes na área jurídica e nele você encontra muitas dicas de marketing  jurídico.

5.   Informatizar o escritório

A informatização do escritório não deve ser feita apenas depois que ele começa a crescer e ter uma carteira de clientes maior. Desde o início de suas atividades, o advogado deve procurar um software adequado (preferencialmente deixando de lado os gratuitos, que são bastante limitados).

A informatização do escritório vai possibilitar que todas as atividades rotineiras ocupem menor tempo, aumentando a produtividade e facilitando o dia a dia do advogado.

Essas são pequenas preocupações de todo advogado no início de carreira, que, com ações simples, bem conduzidas, os permitirão  trabalhar com mais tranquilidade.