Não fui aprovado em concurso público. E agora?

Tempo de leitura: 3 minutos

O concurseiro enfrenta muitas barreiras até atingir sua meta. Ele encontra tempo para estudar, investe seu dinheiro em livros, cursos, inscrições, além de outros fatores, para preparar-se para o tão sonhado concurso.

Muitas são as emoções vividas. O candidato abre mão de muitas coisas para dedicar-se aos estudos, enfrenta as mais diversas situações possíveis, desde a desconfiança das pessoas próximas acerca da sua capacidade até a superação da perda de um ente familiar.

Assim, com toda essa preparação finalmente chega o dia do exame. Realizada a prova e conferido o gabarito vem o resultado: REPROVAÇÃO! O mundo desaba. É uma verdadeira ducha de água fria. Muito fria.

E AGORA?

RESPOSTA: Não desista, afinal, reprovações são normais para quem procura ser concursado, o importante é persistir no seu sonho e dedicar-se cada vez mais.

REPROVAÇÕES

O concurseiro não pode desanimar diante das reprovações.

Infelizmente, por mais que o candidato tenha estudado é muito difícil alcançar o seu objetivo nas primeiras vezes que prestar o concurso público.

As frustações existem.

O ideal é a pessoa já estar preparada para isso. Ela deve entender que esses percalços fazem parte da trajetória do sucesso. Dessa forma, ela sempre continuará na luta e não desistirá facilmente.

Só irá conseguir se persistir e acreditar em si.

REINICIANDO ESTUDOS

É muito complicado voltar a estudar assiduamente após um resultado negativo em um concurso anterior. Contudo, mostra-se necessário para o seu projeto de vida.

Reerga-se! Vá adiante!

Descanse em torno de uma semana ou 10 (dez) dias e após esse tempo, prepare-se para o novo período de estudos. Mas, respeite esse período. Muitos concurseiros cometem o erro de “descansar demais”, relaxam por um período muito prolongado, culminando em uma falta de motivação para retornar os estudos e posterior desistência de muitos concursos.

Passado o período de “férias” procure entender o que você fez de errado durante sua preparação para o concurso anterior. Analise o seu método de estudo, perceba se você está estudou muito pouco ou se o estudo foi excessivo e prejudicou o entendimento sobre as matérias, enfim, procure melhorar a sua técnica para outras provas.

É importante entender as matérias que você possui uma dificuldade maior de compreensão e as que você já possui um maior conhecimento. A partir daí, organize-se e empenhe-se de uma forma satisfatória para que os resultados venham normalmente.

ATINGINDO A META

Sabendo das suas capacidades e analisando seus erros após as reprovações você estará no caminho certo para conquistar o seu lugar.

Entenda essas situações negativas como oportunidades de crescimento, continue estudando e jamais desista do seu sonho.

Não se entregue e não cometa o erro de ficar colocando a culpa pela reprovação em outros fatores. Suporte todos os percalços que existirão na sua caminhada e nunca pare de se empenhar naquilo que você realmente quer.

Prepara-se emocionalmente para que as decepções não lhe afetem. A estrada para a vitória pode ser mais curta ou mais longa e isso dependerá exclusivamente de você!

Já dizia Raul Seixas em trechos de duas de suas canções: “Não pare na pista é muito cedo pra você se acostumar” e “Tente! Levante sua mão sedenta e recomece a andar…Tente outra vez”.

Nunca desista dos seus sonhos. Por mais que o caminho seja árduo, não desista. Mentalize a vida que você terá após conquistar seu objetivo e imagine como será sua vida se você desistir do que você almeja.

Todos sabemos que o caminho não é fácil e que a concorrência é ferrenha. Porém, desistir é para os fracos e você não é fraco! Foco no seu objetivo, você conseguirá!

Até o próximo artigo.

1 Comentário


  1. Acabo de ser reprovada no exame de ordem, após bastante estudo….essa mensagem veio no momento certo! Obrigada. 🙂

    Responder

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *