Cada correspondente jurídico pode cobrar o que quiser pelas diligências?

Tempo de leitura: 2 minutos

Trabalhar como correspondente jurídico não é tão simples: além de uma grande concorrência, que já está acontecendo, é necessário que o profissional seja realmente responsável para cumprir com sua parte.

Evidentemente, a recompensa financeira é interessante, mas esse também é um problema entre os correspondentes judiciários: muitos trabalham por valores bem abaixo do normal para um trabalho desse tipo, criando um aviltamento na função.

Em razão disso, a OAB promulgou uma resolução, dispondo sobre a Tabela de Diligências e Correspondências, estabelecendo valores mínimos para a cobrança de honorários, que deve ser respeitada pelos correspondentes, trazendo ao menos a dignidade de cobrança de valores justos pelo serviço profissional prestado.

Fica claro que não há como haver uma regulamentação para a cobrança de honorários, mas a tabela é uma sugestão para o reconhecimento da importância dos correspondentes judiciários para a celeridade da Justiça de uma forma geral, criando um equilíbrio no mercado e maior qualidade na prestação de serviços de advogados correspondentes jurídicos.

Tabela de valores para todo o Brasil

A criação de uma tabela de honorários para correspondência judiciária vem atender a um pedido do presidente do Conselho Federal da OAB, que destaca ser um dever ético de todo advogado em observar o valor mínimo de cada tabela, considerando que cobrar valores menores é aviltamento de honorários e falta de ética dos advogados correspondentes.

Todos entendemos que o aviltamento de honorários depõe contra a classe dos advogados, devendo haver o senso crítico para que o trabalho do advogado seja respeitado, atendendo a princípios de ética e do Direito.

Não importa se o advogado está trabalhando para um determinado cliente, em contato pessoal com ele, ou se está trabalhando como correspondente jurídico. O serviço deve ser considerado dentro dos mesmos padrões, principalmente porque o correspondente jurídico está representando um advogado ou um escritório de outra localidade.

O princípio básico na profissão deve ser sempre o mesmo: manter a seriedade e a ética, respeitar o conhecimento e as delimitações do Direito. O advogado, quando reduz os seus honorários para disputar com a concorrência, não está pensando no futuro de sua carreira. Está simplesmente agindo como um amador, já que não respeita sua própria profissão.

9 Comentários


  1. Também sou cadastrada no jurídico certo..Como.correspondente, acho um.absurdo e desrespeito com os profissionais de direito , primeiro deixam estagiários e bacharel se cadastrarem , assim os mesmos como o próprio jurídico certo , fazem a desvalorização.Enfim, o valor que eles pagam por copia , retirada de alvara e outros e de 25,00 .
    Absurdo!!!! Indignada
    Acho que deveria ter um.valor já estipulado, sendo no mínimo 75,00 a 100,00 por copia, alvará 150,00, despacho 150,00, protocolo 75,00..Audiência conciliação 250/300 de instrução 300/400/ preposto 150,00
    .

    Responder

    1. Corrigindo não e que sou contra os estagiários e muito menos dos bacharéis …Me referi ao valor de 25,00 quais eles aceitam e desvalorizam a proporia profissão que futuramente será a deles também..

      Responder

  2. Se não pode cobrar abaixo da tabela, o site jurídico certo não deveria enviar a demanda e colocar, comece as negociações, pois sou cadastrada no site, antes recebia email do site falando que o correspondente poderia fazer ate 3 demandas por dia no valor de R$100 cada e podendo ganhar ate R$1,500 por semana.
    Mas com essa opção de negociação, os correspondentes cobram muito abaixo do valor e assim tirando a chance dos demais. Não deveria haver negociação do valor, e sim o valor fixo de R$100,00 como o site divulga. Com isso, fará a diligencia quem responder primeiro, ou prometer a entrega em menor tempo. Acho justo.

    Responder

    1. Olá, Keize. Agradecemos o feedback e sugestão. Estamos avaliando algumas alternativas semelhantes e em breve teremos novidades.

      Um abraço!

      Responder

    2. Keize, então é propaganda enganosa , pois todas as demandas eles passam o valor de 25,00..Quando sigo o valor de 100,00 passam p outro colega do correspondente, isso que é absurdo!

      Responder

  3. Bom dia!

    Onde podemos encontrar a tabela de honorários para os correspondentes jurídicos?

    Responder

    1. Boa noite, Simone. As OABs de alguns estados tem estipulado os horários para as diligências em tabelas baseadas em URHs(Unidades Referenciais de Honorários. Se a seccional do seu estado não tiver feito isso, basta olhar as dos demais estados, e assim ter uma referência para estabelecer o valor de seus honorários.

      Responder

      1. Acontece que se for observar o que a Tabela de Honorários da OAB dispõe e o que tem sido de fato negociado, ou seja, a base do que se pode cobrar pra conseguir ficar com a diligência, é uma disparidade, uma vergonha. Em vez de advogados ficamos parecendo garotos de recados disputando 25,00 ou 30,00. A dignidade da profissão vai à zero. Com todo respeito, no mínimo, o site deveria determinar uma base de valores que pelo menos se pareça com o que determinas a tabela de honorários de diligências da OAB.

        Responder

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *