Uber legalizado em São Paulo terá cobrança extra para passageiro

Tempo de leitura: 2 minutos

A cidade de São Paulo é a primeira da América Latina a liberar o Uber como transporte individual de passageiros, sendo a terceira empresa credenciada na cidade, atrás da espanhola Cabify e da brasileira Easy Taxi, que lançou o Easy Go há poucas semanas.

A legalização, no entanto, implica na cobrança de uma taxa de R$ 0,10 por cada quilômetro rodado, que deverá ser repassada à Prefeitura de São Paulo. Porém, de acordo com o Uber, o impacto no preço final não será tão expressivo, uma vez que o passageiro terá de percorrer 10 quilômetros para pagar R$ 1,00 a mais, por exemplo.

Cobrança de taxa somente em São Paulo

Essa taxa cobrada pela Prefeitura é uma outorga pelo uso das vias urbanas para o transporte individual, e será destacada no recibo que o Uber envia para o passageiro através de e-mail, vindo separada do valor do serviço pago ao motorista e à empresa.

Nas viagens que fazem percursos maiores, como, por exemplo, de São Paulo para o Aeroporto de Cumbica, na vizinha Guarulhos, a tarifa da Prefeitura será cobrada apenas nas ruas dentro do município de São Paulo. Através do GPS, o Uber saberá que a cobrança não deverá ser feita nas vias urbanas do município vizinho.

De acordo com a regulamentação estabelecida pela Prefeitura, o poder público terá acesso aos dados sobre número de viagens, total de carros cadastrados no Uber e o valor das tarifas, de forma instantânea, para que possa cobrar a taxa por quilômetro rodado, tendo também as informações sobre o limite de quilômetros que o Uber poderá percorrer mensalmente.

O limite estabelecido pela Prefeitura é de 27 milhões de quilômetros mensais, ou seja, equivalente ao que 5 mil táxis percorrem. A cota de quilômetros para o Uber poderá mudar, no caso de haver aumento ou redução nos índices de trânsito do município.

A autorização da Prefeitura para a circulação do Uber possibilita maior escolha por parte dos passageiros, atendendo a uma demanda hoje necessária na cidade, situação que poderá melhorar as condições de transporte individual por parte dos taxistas.

LEIA MAIS:

O Uber é desleal?

Uber e autorização para motoristas

1 comentário

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *