Quer ser professor de Direito? Confira algumas dicas

Tempo de leitura: 4 minutos

Ser professor de Direito não é tão simples quanto parece. Caso seja essa sua intenção, recomendamos que leia as dicas que apresentamos neste artigo e, se esta for realmente sua vocação, prossiga com seus objetivos:

Para ser professor de Direito é preciso ter um título

O professor de Direito, embora não seja obrigatório, precisa ter um título, ao menos uma pós-graduação. Existem faculdades que apresentam o número de mestres e doutores apenas para atender o MEC, obtendo a nota necessária para a instituição de ensino, mas existem aquelas que contratam apenas mestres ou doutores e, em razão disso, é necessário ter um mestrado.

Se você pretende ser professor de Direito, procure fazer uma pós-graduação logo após sair da faculdade.

A função de professor de Direito exige talento

O talento é importante para quem deseja ser professor de Direito. Somente o título de pós-graduação não vai garantir que o advogado seja um bom professor.

Mesmo com experiência comprovada, o ensino de Direito exige pessoas com potencial para explorar todas as ferramentas de ensino e para cativar seus alunos, para lhes dar possibilidade de passar no Exame da OAB e prosseguir em suas carreiras.

O talento é uma característica que envolve a postura, a oratória, a escrita e, principalmente, a didática, que deve ser praticada da forma correta, com planos de aula estruturados, avaliação continuada e vontade de ajudar os alunos.

O professor de Direito precisa ter boa oratória

A oratória é essencial para o professor de Direito, muito mais do que a escrita. A forma de falar deve ser espontânea, fluente, amiga.

O aluno de Direito percebe a facilidade do professor em falar, relacionamento essa capacidade com o conhecimento técnico, mesmo que ele não seja expert no assunto tratado (embora também seja uma necessidade).

No processo ensino-aprendizagem, a oratória é a principal ferramenta e, para o professor de Direito, uma necessidade básica.

Currículo Lattes para o professor de Direito

Aproveitando as facilidades da internet, o candidato a professor de Direito que tiver seu currículo incluído na plataforma Lattes irá se mostrar muito mais que outros candidatos, já que a plataforma foi desenvolvida especialmente para padronizar as informações sobre profissionais da educação.

Além de aportar as produções científicas e cursos feitos na faculdade ou nos primeiros anos depois de formado, a plataforma Lattes também permite incluir trabalhos acadêmicos, publicações, apresentações e inclusive o TCC.

O professor de Direito precisa ter experiência

A experiência anterior conta muito na hora de buscar a atividade de professor de Direito. O candidato pode pensar: como ser professor sem ter experiência anterior? Nesse caso, mesmo para um professor novato, muitas atividades podem contar.

A apresentação em seminários, a publicação de artigos em revistas jurídicas, a participação como voluntário em projetos que tenham incluídos cursos e palestras, tudo isso conta como pontos positivos.

O interessado em se tornar professor de Direito pode, ao longo do tempo, gerar condições para ministrar cursos ou palestras em instituições de ensino, pode aproveitar as mídias eletrônicas e redes sociais para mostrar sua capacidade e demonstrar seu diferencial em metodologias de ensino.

O candidato a professor de Direito precisa participar de processos seletivos

Mesmo que não tenha chances em algum processo seletivo, se você quer ser professor de Direito, procure participar de todos os que puder. A simples participação vai fornecer experiência para enfrentar novos desafios e melhorar o próprio desempenho.

Participando de processos seletivos, o candidato irá entender como eles funcionam, quais são os requisitos e exigências. Uma boa dica é procurar a faculdade onde se formou, podendo, inclusive, começar por ali.

Professor de Direito: mostrar-se para ser lembrado

Para se tornar professor de Direito, o candidato precisa se mostrar, conhecer quem está em que colocação profissional nas faculdades, procurar quem o possa apresentar.

Procure as faculdades para onde seja possível encaminhar o currículo, converse com alunos e professores, consiga informações sobre os cursos e seja sempre pró-ativo.

Muitas contratações são feitas mais por indicação do que pela simples remessa de um currículo.

Começar em outras áreas para ser professor de Direito

O advogado formado pode ser professor em cursos profissionalizantes ou técnicos, que exijam disciplinas jurídicas, como ciências contábeis, administração e logística, por exemplo. Procure cursos técnicos de nível médio, incrementando seu currículo e cirando experiência para ajudar a encontrar sua colocação como professor de Direito.

Se você quer ser professor de Direito, não desista!

O ponto fundamental para o advogado que pretende ser professor de Direito é não desistir nunca. Se você pretende seguir essa carreira, corra atrás de todas as oportunidades, consiga maior experiência, trabalhe em salas de aulas de outros cursos e em pesquisas.

Além disso, sempre é bom fazer cursos de aperfeiçoamento na área, focados na formação de professores, garantindo que tenha didática suficiente para seguir sua vocação.

1 Comentário


  1. Por que um advogado com especialização recebe mais que um licenciado com mestrado numa faculdade privada?

    Responder

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *