Segurança cibernética nos escritórios

Tempo de leitura: 5 minutos

A segurança cibernética nos escritórios de advocacia é cada vez mais essencial, tendo em vista que o Brasil é um dos países que mais sofrem ataques cibernéticos e considerando a sensibilidade das informações que os escritórios armazenam de seus clientes.

O investimento em tecnologias para proteção dos dados do escritório de advocacia se mostra necessário, principalmente quando se observa que hackers estão invadindo inclusive sites de órgãos do governo.

Qualquer risco apresentado num sistema do escritório de advocacia pode prejudicar seriamente os clientes e manchar a identidade do escritório e dos profissionais que ali trabalham.

No Direito não faltam casos em que a segurança cibernética está sendo violada. Em 2016, por exemplo, um pequeno escritório de advocacia nas Filipinas foi atacado por um vírus que simplesmente ali chegou através de um e-mail com um anexo contendo malware.

Essa simples situação demonstra a necessidade de instalação de um sistema adequado de segurança para os arquivos do advogado.

Os riscos que o escritório de advocacia não pode correr

Atualmente, qualquer mensagem pode vir acompanhada por um vírus. Desta forma, além de um bom sistema de segurança cibernética, todo o pessoal do escritório deve ser bem informado com relação a mensagens e anexos, ou seja, além da segurança, é preciso haver um treinamento detalhado para evitar a invasão dos arquivos ou sua perda.

Devemos estar sempre atentos ao fato de que, enquanto os profissionais conscientes estão empenhados em atuar dentro dos preceitos estabelecidos pela ética, existem hackers que estão também trabalhando de forma ininterrupta para provocar prejuízos, muitas vezes pelo simples prazer de atrapalhar a vida profissional alheia.

O cliente, quando contrata um escritório de advocacia, tem consciência da confidencialidade de suas informações para o advogado, como este tem consciência de manter o sigilo sobre tudo o que está tratando com o cliente.

Contudo, essa condição apenas não é o bastante no mundo virtual em que vivemos. A segurança cibernética mostra-se hoje como ferramenta básica para manter os dados e informações dos clientes em total confidencialidade.

Haja vista que, quando se trata de processos, os mínimos detalhes são de grande importância, podendo fazer a diferença para o sucesso no processo.

Leia também:

6 dicas para você se tornar um advogado de sucesso

Infográfico: confira os números monumentais da Justiça Brasileira publicado em 2016

A segurança cibernética deve ser, portanto, considerada como de primeira necessidade, principalmente quando percebemos que a informática ainda oferece falhas que são descobertas pelos hackers, cabendo ao responsável pelas informações os cuidados necessários para sua confidencialidade.

Dessa forma, qualquer escritório de advocacia deve tomar os devidos cuidados, procurando meios de garantir a segurança cibernética de seus arquivos, oferecendo maiores garantias aos clientes e evitando que eles possam sofrer qualquer tipo de ameaça.

Os escritórios de advocacia brasileiros não se mostram devidamente preparados para enfrentar essa espécie de ameaça e, quando se percebe que são um depositário de informações sigilosas, a situação se apresenta ainda mais fragilizada, exigindo que os responsáveis tomem as providências necessárias para manter os dados em segurança.

Os advogados não podem titubear com relação à segurança cibernética. Mais do que ninguém, os advogados conhecem todas as informações sigilosas que é obrigado a manter em seus arquivos e documentos.

Para auxiliar na proteção dos escritórios, preparamos três dicas de segurança para você seguir e aplicar no seu escritório:

1.Utilizar um programa de gerenciamento de senhas

Com as diversas funcionalidades de programas que possuímos hoje em dia, muitas vezes pela facilidade, utilizamos as mesmas senhas para diferentes tipos de programas. Contudo, isso é uma prática bem perigosa para você e seu escritório, considerando que será muito fácil acessar os outros softwares (caso sofram algum ataque), a partir da descoberta de apenas uma combinação.  Sugerimos a utilização de um programa especifico para gerenciar todas as senhas e ter mais segurança nos dados, como o 1password, uma plataforma intuitiva com interface fácil e o melhor: seus dados confidenciais não serão perdidos.

2.Utilize um  programa de antivírus para detectar e bloquear ameaças

Recomendamos que você converse com o pessoal de TI do seu escritório e solicite  uma manutenção mensal do seu computador, assim eles poderão atualizar os diversos programas e manter sua máquina em um ambiente seguro. Existem diversos programas para detectar ameaças e proteger sua máquina, confirme com eles se estes programas estão passando por análises frequentes.

3. Aumente a quantidade de backups dos documentos

Fazer o backups com maior frequência, criar cópias dos documentos existentes, contratos e dados da empresa e clientes, fazendo com que você evite problemas e dores de cabeça em caso de ataques cibernéticos no seu escritório. Sugerimos que além de realizar os backups, utilize plataformas como o Dropbox e mantenha seus arquivos na nuvem. Há diversos pontos positivos que poderíamos comentar, mas o melhor para você advogado , além da segurança é claro, será acessar seus documentos, processos e dados em qualquer dispositivo e poupar espaços no seu computador.

A segurança cibernética deve ser prioridade máxima para os escritórios de advocacia, já que qualquer escritório e qualquer sistema pode ser invadido. Este assunto deve estar na agenda de qualquer advogado, eliminando ao máximo a possibilidade de invasões e garantindo que seus clientes estejam a salvo de vazamento de informações.

Entre as garantias oferecidas pelo advogado para o seu cliente, esta deve ser a principal.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *