7 erros de comunicação que advogados não podem cometer

Tempo de leitura: 2 minutos

Existem alguns erros de comunicação que um profissional não pode cometer, principalmente quando é um advogado. Veja quais são eles:

1. Não ir direto ao ponto

Quando estiver falando com um cliente ou em audiência, o advogado deve ir direto ao ponto. Claro que não estamos falando de ser sucinto demais, devendo explicar detalhadamente o que for necessário, mas sem rodeios, que só fazem atrapalhar a conversação.

2. Não pedir esclarecimentos

Sempre que estiver com um cliente, o advogado deve pedir todos os esclarecimentos necessários. Para começar um processo, o advogado tem obrigação de conhecer todos os detalhes que o envolvem para não correr o risco de perder uma causa.

3. Sempre concordar com tudo

Um advogado que concorda com tudo mostra não ter personalidade ou, no mínimo, preguiça mental. Ao manter relacionamento com os clientes, deve questionar tudo o que precisa, analisando as coisas como devem ser.

LEIA MAIS:

Estes erros de Marketing Jurídico você não pode cometer

Linkedin: como um profissional jurídico pode aproveitar a ferramenta

5 dicas para melhorar o seu marketing pessoal

4. Não prestar atenção à linguagem corporal

A linguagem corporal fala muito mais do que imaginamos. É preciso prestar atenção na postura, nos gestos, no contato visual, no olhar de frente, com cabeça erguida e evitar os tiques ou expressões faciais estranhas.

5. Usar jargões em demasia

A linguagem do advogado deve ser clara, objetiva, em bom português. Mesmo que esteja conversando com pessoas de nível social inferior, o advogado não pode usar gírias ou jargões. Use sempre palavras que o interlocutor pode entender.

6. Não informar o cliente sobre processos

O cliente deve ser respeitado em todos os momentos. Sempre que houver qualquer alteração em processos, ele deve ser avisado. O advogado não pode esquecer que está prestando um serviço e um processo que para ele próprio pode ser simples, para o cliente tem grande importância. Ao informar sobre o andamento dos processos sem esperar que o cliente o procure, o advogado está mostrando seu respeito para com o cliente.

7. Falar demais e escutar de menos

O advogado deve saber a hora de falar. Se precisar usar a retórica durante uma audiência, isso deve ser feito com louvor, mas, quando estiver com um cliente, é necessário que fale menos e escute mais.

E você, que erros de comunicação procura evitar ao máximo?

12 Comentários


  1. Excelentes dicas!
    Agradeço a iniciativa que em muito contribui para o aperfeiçoamento do profissional.

    Responder

  2. Interessante, tenho a impressão que numa prova eu tiraria uma nota entre 08 e 10.

    Responder

    1. Creio ser importante o conhecimento repassado, o advogado normalmente sai da faculdade com os conhecimentos jurídicos, mas sem os demais que lhe serão necessários, no decorrer da carreira, em especial quando trata-se de empreendedor.
      Conhecimento é importante e deve vir de diversas fontes, para que haja um cotejo entre tudo que se lê, extraindo o principal para a carreira.

      Responder

    2. Só por atribuir essa nota a si mesmo, evidencia que você comete vários erros.

      Responder

  3. Muito bom o texto. É sempre bom ter essas informações pois serve como um caminho para balizar nossos momentos com os clientes e na vida profissional.

    Responder

  4. Dicas ótimas .Tudo que for para melhorar o desempenho da profissão é muito bom.

    Responder

  5. São 7 dicas muito importantes que um advogado deve ter em conta.

    Responder

  6. Muito interessante! Sei de vários colegas que cometem alguns desses erros, porém eu sempre busquei o meu melhor para o cliente, o colocando em primeiro lugar. Sempre que posso e tenho tempo faço esta autoanálise.

    Responder

  7. Excelente cometario, e que deve sr colocado em prática na vida profissional do advogado.

    Responder

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *