Aumente a eficiência dos advogados do seu escritório com essas dicas

Tempo de leitura: 3 minutos

Sim, as empresas estão cada vez mais preocupadas em manter o seu capital humano, contando com pessoas que possam efetivamente assumir a condição de colaboradores e não apenas de empregados.

No escritório de advocacia, a gestão de pessoas também deve seguir por esse caminho, valorizando essa tendência para melhorar a produtividade.

O capital intelectual do escritório de advocacia é o fator mais importante a ser considerado, já que, na prestação de serviços, a qualidade deve ser a característica principal para trazer melhorias para o empreendimento.

Fazendo com que a gestão de pessoas tenha seu foco no desenvolvimento dos colaboradores, os gestores do escritório de advocacia podem prever os melhores resultados.

Tendo ao seu lado pessoas motivadas e criativas, competentes o suficiente para agregar valor, para trabalhar com mais empolgação e levar o escritório ao caminho do sucesso.

O capital humano do escritório de advocacia pode ser valorizado através de algumas ferramentas, que irão possibilitar melhoria no atendimento e agilidade no andamento de todos os processos:

  • Conceder autoridade, dando maior autonomia aos colaboradores, distribuindo responsabilidades entre os subordinados e permitindo que possam tomar suas decisões de maneira independente, trabalhando de acordo com os conhecimentos que dominam;
  • Informar corretamente, sem esconder detalhes que sejam importantes sobre o escritório, possibilitando que os colaboradores possam ajudar nas tomadas de decisão e na busca por melhores soluções;
  • Oferecer recompensas pelo bom trabalho realizado, fazendo desse sistema um motivador para que os colaboradores possam buscar contínua melhoria em suas atividades;
  • Desenvolver competências individuais de cada colaborador, criando condições para que todos possam aprender e desenvolver as competências necessárias para atender às necessidades do escritório de advocacia.

Gestão de pessoas: como agir no setor jurídico

O escritório de advocacia detém uma atividade praticamente intelectual, não podendo ser considerado um serviço repetitivo ou rotineiro, condição que exige que os colaboradores tenham conhecimento suficiente para suas atividades.

Isso vai exigir também que seus colaboradores sejam o máximo possível eficientes, oferecendo seus conhecimentos para manter o escritório em situação favorável diante do mercado.

As ações e políticas para a gestão de pessoas devem, portanto, ser aplicadas para reter os talentos e melhorar a prestação de serviços.

O escritório de advocacia tem na gestão de pessoas um excelente método para reter esses talentos, criando sistemas de avaliação, realizando treinamentos, reconhecendo o bom trabalho executado e mantendo o escritório com uma equipe unida e coesa, com o foco voltado para o melhor atendimento e a melhor prestação de serviços.

Veja mais:

Como construir uma equipe campeã

Ferramentas como avaliação de desempenho, pesquisa de clima organizacional, plano de participação nos resultados devem ser aplicadas no escritório de advocacia, tornando-se mais profissional a cada dia.

Aqui no Jurídico Certo, utilizamos a plataforma Vaipe, que realiza a pesquisa de clima e engajamento de funcionários. Muito simples, intuitivo e conseguimos medir a avaliação de cada colaborador.

A gestão de pessoas é uma prática que trabalha primeiro com o cliente externo, fazendo com que a equipe possa cativar o cliente externo.

Portanto, deve ser considerada uma ferramenta básica para manter o principal ativo do escritório de advocacia, a união dos valores de cada colaborador para oferecer o melhor para o cliente externo.

Se entendermos que a competência de uma organização é avaliada pela soma das capacidades de cada colaborador, quando se trata de advocacia podemos concluir que o talento e o conhecimento de cada profissional tornam-se a base de todo escritório de advocacia.

Para que o escritório de advocacia possa crescer e se destacar no mercado, é preciso entender que o seu grande diferencial está na conquista e na retenção de pessoas capacitadas, que ofereçam o melhor de si para a equipe e que possam demonstrar que o escritório e seus profissionais são capacitados e especializados.

Saiba mais:

Trabalho em equipe: como manter a equipe do seu escritório de advocacia comprometida?

 

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *