5 dicas para melhorar sua disciplina e conseguir estudar

Por | 2018-03-16T14:16:51+00:00 20 de dezembro de 2017|

Para o advogado é fundamental melhorar a própria disciplina e conseguir se manter atualizado com relação à legislação e com a área de especialização escolhida.

Quando se senta para estudar, rodeado de livros e revistas, ou quando liga o computador para aprender o que precisa, vai precisar de um poder de concentração dos mais apurados, evitando qualquer ato ou fato que possa desviar sua atenção.

Assim, para que possa se concentrar e manter sua disciplina, o profissional de Direito precisa dar conta dos eternos vilões, como o som do aparelho celular, o apelo das redes sociais e dos aplicativos de mensagens, entre outros barulhos inconvenientes que o possam distrair.

Para vencer os vilões que atuam contra o foco e a disciplina é preciso ter força de vontade, desligando tudo o que pode desviar a atenção para ter a certeza de que não será interrompido nesse período de estudos.

Mesmo com essa atitude, no entanto, quando se pensa em manter a disciplina e focar nos estudos, muitas vezes o pensamento insiste em estar em outro lugar, adiando a leitura do livro mais recente de Direito ou procrastinando um estudo de caso que é importante para entender o assunto estudado.

Quando é necessário manter a disciplina e a principal causa de distração está dentro do próprio profissional, é preciso tomar algumas atitudes durante o tempo destinado aos estudos.

As condições e meios apresentados a seguir podem aumentar o poder de concentração e permitir que você possa se dedicar à disciplina do aprendizado, aproveitando melhor o seu tempo:

1.   Tenha atenção ao seu ritmo de respiração

Para manter o foco no que é preciso estudar e desviar a atenção do que não interessa no momento, manter a atenção no próprio ritmo de respiração ajuda muito. Trata-se de um exercício bastante simples e que em momentos de estudos deve ser bem aproveitado. Para isso, basta alongar o tempo de inspiração e de expiração durante alguns minutos.

2.   Esvazie a mente

Um dos princípios utilizados para a meditação é esvaziar a mente de qualquer pensamento, mantendo-se voltado para o momento dos estudos.

Um fato interessante e que merece ser lembrado ocorreu durante o julgamento do mensalão, com o ministro Ayres Britto, na época responsável pelo processo. Para ele, bastavam 30 minutos de meditação para ter mais serenidade e suportar a carga de trabalho.

Para esvaziar a mente, basta imaginar por alguns minutos a chama de uma vela, tentando controlar seu movimento. O principal desafio é não pensar em nada além desta imagem.

3.   Encontre o limite da capacidade mental

Com a devida tranquilidade, é possível encarar os livros ou o computador. No entanto, é preciso ainda encarar o desafio de enfrentar o assunto que se mostrar mais complexo, deixando os mais conhecidos para depois.

Quando buscamos assuntos mais complexos, estamos forçando nossa mente a trabalhar com mais intensidade e, assim, quanto mais complicado o assunto, mais teremos que nos concentrar, deixando menos tempo para qualquer distração.

4.   Play the game! Estudar, no fundo, é um jogo

Mesmo que pareça um tanto infantil, qualquer pessoa pode criar um sistema de se autopremiar para continuar mantendo o foco nos estudos. Assim, por exemplo, depois de ter entendido tudo o que era necessário sobre um determinado assunto, escolha um prêmio para si mesmo.

Você pode, por exemplo, fazer alguns minutos de sua leitura preferida, tirar uma pausa para uma caminhada ou parar alguns momentos para um suco ou um lanche. Mas, lembre-se, de ser sempre honesto com você mesmo. Burlar esse jogo não te ajudará em nada.

5. Elimine o que pode tirar sua concentração

Para vencer qualquer inimigo é preciso conhecê-lo bem. Manter a disciplina é um exercício de autoconhecimento e, se você analisar e conhecer o que pode tirar o seu foco, estabeleça as estratégias para não se deixar vencer.

Você tem alguma dica do que te ajuda a estudar? Compartilhe conosco!