Veja como a série Prison Break pode se relacionar com o Direito

Tempo de leitura: 3 minutos

Se você já se formou em direito ou ainda está fazendo a sua graduação, as séries de televisão e os filmes tendem a ser uma forma bastante interessante de avaliar situações dentro do contexto legal.

Isso acontece porque não faltam alternativas para relacionar a sua profissão com uma forma de entretenimento de qualidade, uma vez que essas produções já abordaram e continuam efetuando ótimas representações do mundo jurídico.

Desta maneira, uma série que já serviria simultaneamente para diversão e reflexão dos profissionais da área jurídica atende por Prison Break. Basicamente, a série surgiu como uma inovação para as produções televisivas na sua primeira temporada e conseguiu manter o destaque nos anos seguintes.

Inicialmente transmitida entre os anos de 2005 a 2009, Prison Break retornou para a sua quinta temporada no dia 4 de abril deste ano, ou seja, oito anos após a exibição do que teria sido o seu episódio final.

Sendo assim, a história recomeça após os acontecimentos do 4º ano e apresentam uma grande virada no que ocorreu no encerramento da temporada. Mas, por que Prison Break é interessante para atuais e futuros advogados?

Conheça a sinopse de Prison Break

Originalmente, Prison Break abordava a história de um homem condenado a pena de morte por um crime que não cometeu. O seu irmão, Michael Scofield, cria um plano extremamente perigoso para conseguir tirá-lo da prisão antes que a sentença seja cumprida.

Simplesmente, Michael desenvolve uma cópia da planta da cadeira onde seu irmão se encontra através de tatuagens espalhadas pelo seu corpo todo, assalta um banco com a finalidade de ser encaminhado para mesma unidade prisional em que seu irmão se encontra.

Veja também:

Good Fight – Saiba porque essa série é importante para os profissionais do Direito

Séries da Netflix que não são de advogados, mas quem é da área jurídica vai gostar

Aos poucos, Michael percebe que ele e seu irmão são apenas peças em uma conspiração muito maior que envolve o Governo dos Estados Unidos da América e as corporações mais poderosas do mundo.

Razões pelas quais vale a pena assistir Prison Break

É importante acompanhar a série devido ao retrato que faz do sistema carcerário americano, no qual os presos e os próprios oficiais determinam conchavos para conquistar alguma vantagem.

É essencial reforçar que o contexto apresentado fora das grades também não é muito distinto, já que existe um complicado jogo de poder para organizações obscuras e a manutenção no poder de um determinado grupo de pessoas.

O que acontece no novo ano de Prison Break?

Considerada uma das séries de maior sucesso e prestigio no começo dos anos 2000, Prison Break retorna para a 5ª temporada com a previsão inicial de nove episódios, que podem aumentar de acordo com os resultados de audiência.

Nos últimos capítulos do seu quarto ano, Prison Break mostrou um desfecho praticamente imutável para o seu protagonista, Michael. No entanto, a situação tende a mudar com essa nova leva de episódios. Essa desconfiança motiva o irmão, Lincoln, e a esposa, Sara, a partir em busca de respostas em um país do Oriente Média, o Iêmen.

Desta maneira, o interesse em acompanhar as novas tramas dos irmãos Scofield pode ser uma maneira descontraída e produtiva de discutir sobre a situação de apenados, as diferenças entre os sistemas carcerários em diversas partes do mundo e até mesmo aumentar a vontade em acompanhar produções brasileiras.

Uma excelente opção nacional é assistir ao filme “Carandiru” e até mesmo procurar pelos episódios derivados na série “Carandiru e Outras Histórias”, que retratam o cotidiano na prisão do Carandiru antes da invasão policial que resultou na morte de 111 presos.

 

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *