Departamento Jurídico também pode usar marketing?

Por | 2018-03-16T13:00:28+00:00 13 de março de 2018|

O departamento jurídico de uma empresa é um dos setores que mais mantém contato com os outros, já que tem necessidade de manter interface com todas as áreas que envolvem a atividade da empresa.

Diferente do que possa parecer, não se trata de um departamento isolado, pelo contrário, é uma área que precisa estar atenta a todas as questões e circunstâncias, para que avalie bem onde está se fazendo necessário maior envolvimento.

Além disso, o departamento jurídico é responsável por prestar informações e orientar na tomada de decisões, não ficando restrito às ações judiciais ou a processos que são movidos por outras empresas ou pessoas. Com o conhecimento jurídico é possível agir de forma proativa, assumindo um papel na manutenção da organização da empresa e na conformidade legal de suas decisões.

O departamento jurídico precisa do marketing?

Diante dessa observação, devemos retornar à questão que abre este artigo: o departamento jurídico pode usar o marketing?

Vale lembrar que, neste caso, estamos nos referindo ao departamento jurídico de um escritório de prestação de serviços, como, por exemplo, uma empresa de prestação de serviços contábeis que mantenha também o departamento jurídico para atendimento de seus clientes.

A resposta mais evidente é: sim, não só pode como deve. Afinal, os advogados responsáveis estão envolvidos com todos os setores que necessitam de seus serviços e precisam se destacar entre as áreas para que os envolvidos possam trabalhar com maior confiança e seriedade.

Por exemplo, na gestão de contratos o departamento jurídico tem papel preponderante e o advogado é o profissional que estará à frente da negociação. Dessa forma, sua presença já se torna uma forma de criar o marketing preciso e direcionado, mostrando sua competência e habilidade.

Mesmo se tratando de um profissional que está à disposição dos clientes do escritório, o advogado do departamento jurídico deve se mostrar solícito às reivindicações de um fornecedor ou de um parceiro, apresentando como principal característica a correta condução dos negócios.

É certo que, como profissional do Direito, os seus interesses devem se voltar para o departamento jurídico. Mesmo assim, ao demonstrar sua habilidade no tratamento de qualquer assunto envolvendo os parceiros ou fornecedores, terá sua credibilidade aumentada e isso pode favorecer sua vida profissional futura.

Departamento jurídico: vantagens estratégicas

Atuando em suas próprias atividades, envolvido totalmente com as questões e pendências da empresa, o departamento jurídico que não se mostra não está aproveitando suas vantagens estratégicas.

O profissional que trabalha no departamento jurídico não deixa de ser um profissional do Direito e, portanto, suas ações de marketing devem ter como objetivo não somente suas atividades atuais, com a qual deve agir com toda a ética e profissionalismo exigidos de qualquer advogado, mas sim objetivando seu próprio futuro profissional.

Ao mesmo tempo em que está contribuindo com os clientes para prever riscos e minimizar possíveis prejuízos, o departamento jurídico é um setor que representa a garantia de conseguir Justiça e, portanto, tem todo o direito de fazer o seu marketing e atrair a atenção para suas atividades.