Professor ofendendo estudantes: como agir nessa situação?

Tempo de leitura: 2 minutos

O caso da decisão favorável aos estudantes, com indenização de danos morais numa universidade paulista, como todo processo com sentença “inédita”, abre um precedente na Justiça brasileira. Certamente um professor não tem a autoridade para ofender com palavrões qualquer aluno, uma vez que sua função no magistério é orientar, ensinar, dirigir. Nunca ofender.

Qualquer juiz, ao constatar que, além desse fato, o professor estivesse mais interessado na praia do final de semana do que no futuro de seus alunos, daria também uma decisão favorável aos reclamantes, uma vez que se trata de situação decisiva para a vida de quem se dedicou durante tantos anos e que, espera, ao final do curso, o seu fechamento com sucesso.

Alguns pontos sobre a situação

No entanto, cabe analisar alguns pontos sobre a situação.

O Trabalho de Conclusão de Curso representa o resultado de um curso de nível superior, servindo para a avaliação final de qualquer graduando. Exige um intenso trabalho de pesquisa, tanto bibliográfica quanto empírica, com apresentação do projeto frente a uma banca examinadora, mostrando, in loco, o conhecimento desenvolvido pelo aluno durante seus anos de formação.

LEIA MAIS

É o chefe? Confira cuidados que deve ter com seus subordinados

3 dúvidas normais em estudantes de Direito após a formatura

Comece seu networking ainda na faculdade

Ao se depreender que existe uma pesquisa bibliográfica e que esta é imprescindível para o resultado do trabalho como um todo, a pergunta mais clara e lógica é: por que o trabalho foi apresentado sem que houvesse qualquer citação bibliográfica?

Todo e qualquer profissional que tenha passado pela difícil experiência de elaborar um TCC sabe o quanto é importante ter em mãos todas as anotações. Desde o princípio de sua pesquisa, sobre autores citados e suas respectivas citações, sendo essa uma parte do desenvolvimento do TCC que exige maior atenção.

São elas as referências para expor suas ideias e, como não são poucas, depreende-se que deva ser necessário montar tanto a bibliografia como o trabalho em consonância. Depois de pronto, torna-se um trabalho muito mais complicado buscar essas citações, colocá-las em seus devidos lugares e montar um trabalho coerente.

Portanto, o trabalho não foi entregue completo. É evidente que o professor exagerou em sua reação ao usar palavras de baixo calão, indignas de um professor universitário em seu ambiente profissional, mas, os alunos certamente tinham conhecimento do método de elaboração de um TCC e não o fizeram da forma correta.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *