Como posso estudar para o Exame da OAB?

Tempo de leitura: 5 minutos

O Exame da OAB sempre é problemático para os bacharéis de Direito, em virtude da carga de conteúdo, a qual exige muito tempo de estudo. No entanto, existem algumas formas de estudo bastante proveitosas, que podem trazer excelentes resultados. Se você já está se preparando para o próximo, confira algumas boas dicas!

Em primeiro lugar, é necessário o bacharel em Direito entender que não vai adiantar fugir da leitura. O tempo dedicado a isso é importante, mantendo sempre um ritmo disciplinado e sem perder o foco.

É possível também diversificar os métodos de estudo, como veremos a seguir:

Maneiras de estudo para a prova

1. Videoaulas

O YouTube é a maior plataforma de vídeos da internet e ali você poderá encontrar inúmeros vídeos que explicam temas voltados para o exame.

Os canais de Direito do YouTube oferecem vídeos, inclusive da TV Justiça, do programa Canal do Saber Jurídico, que servem para o bacharel em direito aprender sobre os temas da prova.

2. Audiobooks

Na internet você também poderá encontrar inúmeros audiobooks. A vantagem dos audiobooks é que eles podem ser ouvidos em qualquer lugar, seja durante um trajeto de ônibus, no trânsito ou até mesmo na praia.

Assim, você aproveita melhor o seu tempo sem deixar de lado qualquer outra atividade.

3. Resumos e simulados

Diversos resumos e sinopses podem ser baixados através da internet. Os resumos ajudam o candidato a relembrar conteúdos já estudados.

Além disso, você também poderá fazer simulados das últimas provas ou procurar questionários que irão ajudar a entender melhor o que está sendo estudado.

Lembramos que sempre temos a tendência de estudar com maior dedicação os assuntos que mais gostamos. Entretanto, é fundamental estabelecer um plano de estudos, atendendo a todas as áreas, sem distinção.

Dicas de Estudo

Com as diversas dicas de estudo abaixo, você conseguirá melhores resultados no exame. Confira:

Dica nº 1

O Exame da OAB é composto de 80 questões objetivas e, destas, pelo menos 10 são formuladas com base no Estatuto da OAB e no Código de Ética. Portanto, dedique-se muito nessa matéria!

Dica nº 2

Depois de estudar todas as matérias teóricas, será necessário fazer os simulados, procurando provas dos exames anteriores. Você pode encontrar alguns livros com provas comentadas, os quais facilitam muito o aprendizado.

Dica nº 3

O Código de Defesa do Consumidor e o Estatuto da Criança e do Adolescente não exigem uma carga de estudo tão grande. Todavia, é importantíssimo o domínio nessas matérias que representam um número considerável de questões.

Dica nº 4

Crimes contra o Sistema Financeiro, Código de Trânsito Brasileiro, Crimes Hediondos e Equiparados, Lei Maria da Penha e Lei Antidrogas também são temas recorrentes. Não se esqueça deles!

Dica nº 5

Inclua nos seus estudos a Constituição da República, atualizada com até a última emenda. Muitas questões são feitas baseadas na Constituição, o que a torna uma leitura obrigatória para quem vai prestar o exame.

Dica nº 6

Estude as súmulas do Supremo Tribunal Federal e no do Supremo Tribunal de Justiça, principalmente as Súmulas Vinculantes.

Dica nº 7

Normalmente, as questões também trazem temas controversos, o que exige do candidato um excelente conhecimento sobre a Legislação. Assim, procure conhecer as provas anteriores, prestando atenção no teor das questões e aplicando mais tempo para temas controversos que possam surgir.

Dica nº 8

Ao fazer os simulados, usando provas de exames anteriores, use todo o tempo disponível, de 5 horas, e procure resolver todas as questões sem fazer qualquer consulta aos textos que estudou.

Dê especial atenção ao tempo que vai levar para responder todas as questões, verificando também quanto tempo vai ser usado para passar as respostas do gabarito provisório para o definitivo. Desta maneira, você se sentirá mais confortável no dia da prova, sabendo que poderá usar o tempo de forma racional.

Dica nº 9

Como a OAB aplica mais de uma prova por ano, caso você não consiga passar no primeiro exame que fizer, continue estudando. Não deixe passar o tempo pensando que já estudou o suficiente e que, diante do que viu na prova que fez, poderá passar na próxima.

Seu tempo deve ser inteiramente dedicado aos estudos, preparando-se de forma conveniente para passar na prova. Somente você é que saberá o quanto precisa estudar, se quiser conseguir aprovação no exame.

Dica nº 10

Organize bem o seu tempo, procure saber quanto irá precisar se dedicar a cada uma das matérias e dedique a maior carga horária para os assuntos que tiver mais dificuldade.

Não deixe para depois: procrastinar os estudos não é ajuda no conhecimento.

Dica nº 11

Faça exercícios de memorização, uma vez que o conteúdo é extenso e memorizar tudo o que precisa não é uma tarefa fácil. Os exercícios de memorização podem utilizar, por exemplo, acrônimos, criando uma palavra com base nas iniciais do que você precisa memorizar.

Esta é uma técnica de memorização bastante aplicada, sendo muito prática. Você pode usar cartões, escrevendo de um lado a palavra que criou e do outro a explicação para o assunto.

Dica nº 12

Outra maneira prática de organizar seus estudos e memorizar o que precisa é criando mapas mentais, onde poderá visualizar melhor os assuntos. Uma imagem vale mais do que mil palavras e esta máxima deve ser aplicada nos seus estudos.

Seguindo essas recomendações, você terá mais segurança e poderá fazer com mais tranquilidade o Exame da OAB!

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *