Linkedin: como um profissional jurídico pode aproveitar a ferramenta

Uma das plataformas mais usadas pelos profissionais atualmente é o Linkedin, a rede social voltada para o networking. O Linkedin torna-se, cada vez mais, uma rede que valoriza o profissional jurídico e que aumenta as chances de manter contatos com empresas, com outros profissionais e com clientes.

O profissional jurídico só precisa saber como aproveitar ao máximo as vantagens do Linkedin como rede social, fazendo uso dele da forma mais eficiente.

Diante disso, apresentamos aqui 5 dicas para que seu perfil como profissional jurídico possa ser melhor aproveitado no Linkedin:

1. Solicite indicações de professores para o Linkedin

Desde a formação acadêmica é interessante que o profissional jurídico tenha indicações de seus professores no perfil do Linkedin. Quanto mais essas recomendações destacarem suas habilidades, apresentando suas qualificações acadêmicas, melhor será para o profissional.

2. Inclua recomendações de clientes e amigos no Linkedin

Recomendações é o que de melhor um perfil pode ter no Linkedin. Uma forma de afirmar a competência do profissional e reforçar que seu trabalho foi bem feito. Tudo o que é postado no Linkedin, automaticamente, passa para outras pessoas do círculo de amizades. Se você fez um estágio, solicite ao seu superior imediato um comentário sobre sua atuação; se atuou como correspondente jurídico, peça ao escritório uma observação sobre o trabalho feito e, no caso de ter já algum cliente, faça o mesmo. Tudo isso vai acrescentar valor ao seu perfil.

3. Crie seu portfólio no Linkedin

Monte o seu portfólio e inclua-o no seu perfil do Linkedin, com todas as atividades realizadas, desde a faculdade até os contratos com clientes. Passando pelo estágio e atividades voluntárias. Inclua também suas experiências profissionais anteriores, sem esquecer de listar os links que sirvam para comprovar o que está inserindo.

LEIA MAIS:

5 dicas para melhorar seu marketing pessoal

3 dicas para autopromoção do seu trabalho na internet

Coisas que um profissional de direito não deve fazer nas redes sociais

4. Consolide seu networking no Linkedin

Participar dos grupos do Linkedin é uma forma de se conectar a outros profissionais jurídicos, criando um networking que seja eficiente para trocar experiências profissionais. Que lhe forneça dicas úteis ou indicações para serviços ou contratos, oferecendo você também informações que sejam importantes para outros profissionais.

5. Sempre seja preciso no Linkedin

Além de ser necessário um perfil objetivo, também é importante que ele seja preciso, que mostre seu objetivo profissional, sua área de interesse e a área do Direito que você está buscando se especializar. Não se esqueça de usar palavras-chave no seu perfil para facilitar a visualização por outros profissionais ou interessados em seu trabalho.

By | 2016-09-08T16:29:40+00:00 11 de setembro de 2016|

One Comment

  1. Rodrigo Silva 13 de setembro de 2016 at 11:56 - Reply

    Nossa, esse artigo foi muito esclarecedor.

Leave A Comment