Correspondência Jurídica: como ganhar experiência em Direito

Por | 2017-12-13T17:13:02+00:00 13 de dezembro de 2017|

Com um número cada vez maior de advogados no mercado torna-se mais difícil e complicado para um estudante conseguir estágio antes de terminar a faculdade.

A falta de demanda por estagiários está levando um grande número de estudantes a buscar na correspondência jurídica uma maneira de conseguir assimilar as condições reais de trabalho do advogado, conseguindo suas primeiras experiências, ao mesmo tempo que começa a ter renda para garantir a sobrevivência na área.

As vantagens da correspondência jurídica para estudantes de Direito

A principal vantagem oferecida pela correspondência jurídica é propiciar experiência profissional para o estudante de Direito, tornando mais fácil sua inserção no mercado de trabalho, conhecendo os trâmites legais e outros profissionais.

Ao se cadastrar no Jurídico Certo como correspondente jurídico, o estudante de Direito terá uma visão melhor sobre as atividades de um escritório de advocacia, conseguindo maior habilidade para execução dos serviços básicos e essenciais exigidos do advogado, tendo em seu currículo boas referências dos escritórios e advogados contratantes.

Na correspondência jurídica, o contratante estabelece os prazos para término dos trabalhos que devem ser executados, dando ao estudante de Direito tempo disponível para sua execução, oferecendo a liberdade para os estudos, ao mesmo tempo em que o estudante pode começar com atividades práticas.

Entre as vantagens do trabalho de correspondência jurídica está a ampliação do networking, que permite que o estudante, ainda na faculdade, tenha seus contatos profissionais. Grande parte dos escritórios de advocacia e de profissionais já atuantes no Direito, buscam os serviços de correspondência jurídica. Assim, o estudante terá inúmeras oportunidades de conseguir contratos, o que o tornará mais conhecido e mais visível para o mercado jurídico.

O que o estudante pode executar na correspondência jurídica

Embora não tenha condições de executar determinadas atividades enquanto estudante, ainda sem a carteira da OAB, o estudante de Direito pode assumir a responsabilidade por algumas tarefas de grande importância para o escritório ou advogado contratante.

Entre essas atividades estão os protocolos em processos, cópias processuais, distribuição, obtenção de certidões, acompanhar o andamento de processos nas secretarias dos fóruns e fazer entrega de ofícios.

Para começar o trabalho na correspondência jurídica, você, como estudante, pode fazer o seu cadastro no Jurídico Certo, disponibilizando-se para executar os trabalhos e fazendo suas ofertas dentro de sua disponibilidade de tempo, lembrando que, quanto mais eficiente você se mostrar, maior destaque terá.

É importante o cumprimento de prazos para não trazer qualquer prejuízo aos contratantes, bem como oferecer-se para serviços dentro de suas qualificações, entendendo que sua eficiência é que irá lhe dar condições de novos contratos.

O serviço de correspondência jurídica exige do estudante dois pontos básicos para sua execução: rapidez no atendimento aos contratantes e eficácia no cumprimento das necessidades dos contratantes.

Além dessas vantagens, o trabalho de correspondência jurídica vai exigir que o estudante tenha maior organização em sua agenda, atendendo a todos os compromissos e possibilitando maior experiência como profissional, alicerçando sua forma de trabalhar e de manter seus compromissos em dia.

Os serviços de correspondência jurídica oferecem a melhor maneira para o estudante entrar no mercado jurídico e compreender a fundo o funcionamento da máquina burocrática da Justiça.